O FIES é um programa do governo federal que através do Ministério da Educação oferta financiamento estudantil para alunos que desejam cursar universidades particulares mas não tem condições de arcar parcialmente ou totalmente com as mensalidades.

Mas o que é um financiamento? O FIES funciona como um empréstimo?

De forma mais fácil de entender, sim, funciona tipo um empréstimo. O governo não está dando uma bolsa gratuita de estudo aos alunos, ele ajuda a pagar o seu curso, e o aluno deverá pagar o financiamento ao longo do tempo de volta ao governo.

O FIES é um financiamento especialmente desenvolvido para os estudantes, mas as condições de pagamento e juro são bem dimensionadas diante as condições de cada aluno participante. Parafraseando a própria definição retirada do site do programa, temos: O estudante que solicitou o financiamento vai começar a pagar as prestações respeitando o seu limite de renda, fazendo com que os encargos a serem pagos diminuam bastante.

Como é o processo para solicitar o FIES?

Inicialmente é necessário verificar se você atende aos requisitos do programa. Cabe ao aluno verificar esta etapa. Em seguida verificar se a instituição de ensino superior que foi aprovado possui cotas para o FIES. Estando dentro do prazo vigente do processo seletivo do FIES, basta acessar o site: fies.mec.gov.br e realizar sua inscrição e cadastro.

Quem pode participar?

Uma das regras iniciais, é que o aluno tenha participado do ENEM de 2010 para frente e que sua média das notas seja maior que 450 pontos, e também não pode ter tirado zero na redação. A renda familiar mensal bruta por pessoa em até 3 salários mínimos.

Quais alunos estão aptos a ter taxa real zero de juro no FIES?

Os estudantes que tiverem renda familiar por pessoa inferior a 3 salários mínimos estão aptos a ter taxa real zero de juros.

Como calculo minha renda familiar per capita para o FIES?

Primeiro precisa verificar quanto cada pessoa da sua família ganha por mês. Considere grupo familiar todos aqueles que moram com você e contribuem com o salário para abastecer a casa e ou a ajudar com as despesas da família. Depois basta contar quantas pessoas fazem parte do seu grupo familiar, ou seja, quantas pessoas moram na mesma casa, e/ou auxiliam nas despesas da casa. Um exemplo de grupo familiar:

  • Pai;
  • Mãe;
  • Irmão (que já trabalha);
  • e você, o estudante que deseja solicitar o FIES.

Agora vamos supor que seu pai e sua mãe ganhem cada um 2 salários mínimos e seu irmão ganha o equivalente a 1 salário mínimo. Então temos:
Mãe: 2 salários, Pai: 2 salários, Irmão: 1 salário. No total o grupo familiar então tem renda de 5 salários mínimos. Para calcular a renda per capita, ou renda por pessoa do grupo familiar temos então:

Rfpc = (2 + 2 + 1) / 5 = 5 / 5 = 1 salário per capita.

Assim este grupo familiar utilizado de exemplo possui renda per capita de 1 salário mínimo, estando apto a ter taxa real zero de juro.